Logo

Mel clarificado do caju

Aplicações do caju - Mel clarificado do caju

O Mel clarificado de caju é um produto do suco clarificado de caju, de cor âmbar claro e odor característico, acrescido de açúcar e ácido, submetido a tratamento térmico (concentração), que assegura a sua conservação por um longo período.

Cajunor 

13/02/2010

O Mel clarificado de caju é um produto do suco clarificado de caju, de cor âmbar claro e odor característico, acrescido de açúcar e ácido, submetido a tratamento térmico (concentração), que assegura a sua conservação por um longo período.

Descrição das Operações


Extração

A extração do suco é feita em uma prensa de madeira ou parafuso tipo Expeller. O suco extraído deve ser colocado em recipientes limpos, de plástico, vidro ou alumínio.

Clarificação

Para clarificar o suco utiliza-se, em média, 2,5 ml de uma solução de gelatina a 10% p/p para cada litro de suco. A adição deve ser efetuada de modo lento, com agitação do suco até a formação de flóculos de polpa. O produto deve ficar em repouso por 20-30 minutos, para que o material, em suspensão, sedimente.

Filtragem

Realizada em filtro de tecidos de algodão, instalados em ´srie, em estrutura de madeira ou ferro, com calhas para coleta do suco clarificado. O suco coletado, inicialmente, deve retornar aos filtros, até que a clarificação seja adequada.

Formulação

A formulação do mel clarificado de caju, para cada tachada de 20 kg de suco, é a seguinte:

Suco clarificado - 20 kg
Açúcar -11 kg
Ácido cítrico - 10 g

Concentração

Colocar o suco clarificado e parte do açúcar no tacho de concentração. Separar uma parte do açúcar para misturar com o ácido, na proporção de uma parte de ácido para cinco partes de açúcar. Iniciar a concentração. Quando estiver bastante avançada, adicionar a mistura açúcar/ácido, que foi previamente dissolvida em água. Continuar com o cozimento, até a obtenção final do mel.

Resfriamento


Após obter o ponto, o mel deve ser resfriado em local fresco e arejado, tendo o cuidado de não promover nenhuma agitação no tacho, para evitar a sua cristalização.

Embalagem


O produto deve ser acondicionado em garrafas de vidro com capacidade de 500 ml. Fechadas com máquina capsuladora manual, como também em recipientes plásticos com tampa de rosca.

Armazenamento


Os recipientes são rotulados manualmente. Em seguida, são colocados em caixas de papelão. A armazenagem realiza-se à temperatura ambiente.

Informações retiradas da publicação:

PAIVA, F.F. de A. : GARRUTTI, D. dos S.; SILVA NETO, R.M. da. Aproveitamento industrial do caju. Fortaleza: Embrapa Agroindústria Tropical/SEBRAE-CE, 2000. p. 64-65 il. ( Embrapa Agroindústria Tropical. Documentos, 38)

© 2009 Cajunor — Todos os direitos reservados. E-mail: cajunor@cajunor.com.br